MARRAKESH, Marrocos


Woww! Um destino simplesmente… DIFERENTE! E esta diferença faz toda a diferença! :)
















Uma das viagens da minha vida!


Imaginem estar a passear e de repente ouvirem os chamados cantados à oração vindos da Mesquita, feito por um Muezzin (*) . Nunca irei esquecer…
3 dias em Marrakesh… Pouco tempo, infelizmente!
:(


O nosso plano: 3 noites e 4 dias em Marrakesh, Marrocos (Apenas tínhamos disponível 1 dia de férias (que optamos que fosse numa 6ªfeira) e regressaríamos logo no domingo seguinte.)
Orçamento: reduzido :)
A ideia: conhecer o máximo possível de Marrakesh e da sua cultura.




(*) Muezzin é a pessoa que sobe às torres das mesquitas (minaretes) para chamar com cantos os muçulmanos às horas das orações. Actualmente são substituídos por alto falantes e gravações.





Mesmo antes de marcarmos o voo, marcamos a estadia! Sei que parece estranho, mas a verdade é que aproveitamos uma promoção feita pelo Groupon :)




O ‘nosso’ Riad (“hotel”): Riyad Edward
Garanto que o Riad é muito mais bonito do que aparenta no site!! É lindíssimo e especial!!

Aqui segue o resumo da reserva:

Riad Edward
Derb Marestane 10 Zouia Sidi Bel Abés , Medina
Marrakesh
tel: 00212 5 24 38 97 97

Dados da reserva:
Datas: 3 a 5 de Março de 2011
2 noites de alojamento para duas pessoas
pequeno-almoço para duas pessoas
jantar 'especial' para duas pessoas
Total = 205€/2 pessoas


Recentemente fiz pesquisa de preços em sites de reserva de hotéis online e constatei que certamente conseguiria um Riad agradável e a um preço muito mais acessível.
Fica aqui a indicação! :)








Acrescento ainda que o Riad informou-nos que um transfer estaria disponível para nos ir buscar ao aeroporto e deixar-nos no Riad pelo preço de 20€. Uma vez que já estaríamos á espera de haver grandes diferenças (essencialmente culturais) entre Portugal e Marrocos, optamos por fazer reserva deste serviço.

Agora…
... pesquisar voo para esta data na esperança de conseguir um bom preço…   :|
Não tive muita sorte…. Pela Ryanair (que tem voo directo Porto – Marrakesh) consegui um bilhete p/2 pessoas pelo valor total de 115,95€ (dependendo das datas, a Ryanair faz grandes promoções como por exemplo, 12€/por pessoa).

GOING OUT
From Porto (OPO) to Marrakesh (RAK)
Thu, 03Mar11 Flight FR4592 Depart OPO at 11:20 and arrive RAK at 13:30



COMING BACK
From Marrakesh (RAK) to Porto (OPO)
Sat, 05Mar11 Flight FR4593 Depart RAK at 13:55 and arrive OPO at 16:05


PAYMENT DETAILS

********71.96 EUR Total Fare
*********0.00 EUR Taxes, Fees & Charges
********24.00 EUR Passenger Fee: Web Check in
********20.00 EUR Passenger Fee: Administration Fee

*******115.96 EUR Total Paid


(Nota: relembro uma vez mais que estas taxas podiam ter sido evitadas se na altura já tivesse o cartão EBuy da CGD)

Pode ainda pesquisar voos em:








Estadia - Riyad Edward        OK
Voo Porto - Marrakesh        OK
Guia de Viagem                   A PROCESSAR...



A SABER ANTES DE VIAJAR
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando sai do aeroporto, encontra de imediato táxis pequenos e táxis grandes. Se apanhar um para o seu Riad (cuja localização é na Medina), o preço médio da viagem é cerca de 100/150dhs (+/- 10€/15€). Note que o preço não é por pessoa mas sim por táxi (inclui bagagem). Se apanhar o táxi para o centro (Jemaa El Fna), o custo será aproximadamente 100dhs (+/- 10€). De qualquer das formas, antes de entrar no táxi e seguir viagem, chegue a acordo quanto ao preço!! Negoceie!
Também tem a opção de apanhar um BUS (bus # 11) e custa aproximadamente 4dhs (+/- 0,40€). Este deve ser apanhado na estrada principal e vai até à praça Jemaa El Fna.
O aeroporto de Marrakesh fica aproximadamente a 15/20 min do centro.

O Controlo de Passaport é bastante lentoooooo (todo o processo leva cerca de uma hora e meia). Tenha atenção ao seguinte: antes de chegar ao Controlo de Passaport, deve preencher o Cartão de Desembarque! (encontra-os por toda a parte).

Quando chegar e após passar o Controlo de Passaport NÃO ESQUEÇA de ir a um balcão bancário (é facilmente visível) ANTES de passar nos últimos seguranças para trocar dinheiro! Levante o que considerar necessário para a sua viagem. Na volta só é possível trocar dirhams por euros se tiver a quantia mínima de 100dhs. Pessoalmente, sempre que vou a um país com moeda diferente da do Euro, trago algumas moedas (e notas) para recordação… :)


O QUE VISITAR
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Muralhas de Marrakesh
Impressionante! Com uma cor avermelhada, têm cerca de 12 quilómetros de extensão e nelas estão 19 portões que dão acesso à Medina, sendo o portão Bab Agnaou o que mais se destaca pela sua grandiosidade e beleza.


A melhor forma de passear à volta da Medina e admirar as muralhas é de ‘Caleche’ – Charrete com cavalos (ver mais abaixo).


Jemaa El Fna
Jemaa El Fna é uma ‘Praça’ irregular situada no centro da Medina. Durante a noite, esta praça torna-se o centro da festa que dura toda noite com músicas, contadores de histórias, acrobatas, videntes e encantadores de serpentes que promovem entretenimento, não somente para turistas mas também para os próprios marroquinos e tribos berberes da cadeia do Atlas, que descem para a cidade para passar a noite. Há também várias barracas com lugares para se sentar em Jemaa El Fna, considerado o maior restaurante a céu aberto do mundo.
Aqui encontra a fonte chrob ou chouf edificada por Ahmed El Mansour entre 1578 e 1503 (para uma cidade como Marrakesh a água era um bem muito precioso, uma rede de canalizações subterrâneas alimentavam as mesquitas, as casas). A fonte foi classificada como património da humanidade pela Unesco.
Finalmente, se algum dia pensou em como seria andar num mundo sem sinais de trânsito, passadeira, estradas definidas, seja bem-vindo! É um caos! Mas um caos maravilhoso! Faça uma gravação com a sua câmara ou telemóvel. Vai querer mostrar aos amigos quando regressar!
Contraste Dia / Noite














Souk de Marrocos:
No final da Praça Jemaa El Fna, começa o Souk, uma “Feira” coberta e gigante, onde se pode comprar de tudo! Cuidado para não se perder nas ruelas, pois elas são todas parecidas, com várias barraquinhas e muita gente a andar de um lado para o outro. Vale a pena olhar para a multicolor dos “babouches” (espécie de chinelo que os Marroquinos usam na rua, e que pode ser usado em casa também) e dos belos cachecóis (+/- 10dhs (1€)) e outras peças maravilhosas! Vai ficar encantado e com vontade de comprar tudo! Garanto!


Tenha atenção com o seguinte: vão insistir consigo para comprar. Se realmente não quer comprar, não pare mais que alguns segundos em frente à loja… se o faz é sinal que vai comprar algo. E eles podem ser mesmoooo insistentes.
Atravessar os souks é uma aventura! No final, sentirá que conquistou algo! Este local será, certamente, dos que mais recordações lhe dará no futuro.


Mesquita de Koutoubia e o seu Minarete
A Mesquita de Koutoubia, edificada no século XII, é considerada um dos mais belos monumentos da Africa do Norte e é a maior mesquita da cidade de Marrakesh. O nome deriva do árabe al-Koutoubiyyin, que significa bibliotecário, pois a mesquita costumava estar rodeada por vendedores de manuscritos.
Consta que o impressionante minarete tem cerca de 69m e é visível até um raio de 50km de Marrakesh.
Ali perto pulsa o coração da cidade, em Jemaa El Fna.



Mapa de ajuda:

Saadian Tombs
Datadas do século XVI, les tombeaux saadiens é composto por três salas. Salvo erro foi o primeiro museu de Marrakesh.
É bastante difícil de encontrar. Pegue num mapa e tente chegar lá!... se pedir ajuda a alguém na rua, dou-lhe quase 100% certeza que a pessoa ajudará mas no final cobrará dinheiro (+/- 20dhs).


Morada: Rue de la kasbah
Horário: Aberto todos os dias das 9h às 12h e das 14h30 às 18h30
Preço: 10dh




(nota: esta foto foi retirada de Super Stock)


Mapa de ajuda:
























Museu de Marrakesh (β)
Organiza exclusivamente exposições temporárias em duas vertentes: arte contemporânea, exposições individuais e colectivas de pintura, escultura e fotografia que são apresentadas nas antigas cozinhas e hamam; e arte antiga, exposições temáticas de colecções privadas ou públicas, como a da fundação Omar Benjelloun.
O museu também organiza diversas actividades como concertos, espectáculos de teatro, dança, colóquios e ateliers.
Vão encontrar o impressionante candeeiro de cobre que está na sala principal. Tem uma dimensão inimaginável para um candeeiro de tecto e uma beleza fascinante.




Morada: Place bem yousseff
Horários: todos os dias 9h-18h30
Preço: 30dh



Koubba El Badiyin (β) é o prédio mais antigo de Marrakesh. O que vai encontrar é uma pequena ruína mas é um local bastante visitado uma vez que é o único exemplo existente da arquitectura Almorávida.

Desconheço o preço individual para entrar neste monumento e não encontrei na altura em que elaborei o meu guia e fiz a pesquisa. No entanto está englobado num único bilhete (β).

Por experiência própria, e com bilhete na mão, apercebi-me que não havia ninguém à porta a controlar a entrada…


Ben Youssef Medersa (*) (β) é uma escola do Alcorão datada do século XIV. Actualmente está vazia e pode ser visitada. Vai passar pelo pátio central que é lindíssimo! Visite os quartos minúsculos onde dormiam 3 a 4 crianças em cada um deles.
Nas paredes vai encontrar as rezas: “Surat”. Os muçulmanos não têm retratos do ser Deus e escrevem o seu nome em vez de o desenhar.
Gostei bastante de visitar este monumento religioso! :)



Morada: Place ben yousseff
Horário: Aberto todos os dias das 9h às 18h
Preço: 10dh

(*)Medersa é uma espécie de faculdade do Corão, com alojamento para os alunos. Em geral é uma construção erigida junto a uma mesquita e sempre foi um importantíssimo centro cultural e de instrução religiosa.



(β) βilhete Único
Eu optei pela compra de um bilhete único que permite visitar estas três atracções turísticas (terá que ser no mesmo dia). O bilhete custa 60 dirhams.



Palácio Bahia
Edificado no séc. XIX por Si Moussa para uso pessoal…
Eu não visitei o Palácio porque quando cheguei lá, já estava fechado :(


Morada: Rue de la bahia, zitoun el-jedid
Horário: Aberto todos os dias das 8h30 às 12h e das 14h30 às 18h; preço: 10dhs


Ruínas do Palácio Badii
Fáceis de encontrar (e não muito longe das Saadian Tomb), foi edificado no final do século XVI por Ahmed El Mansour. O invejoso Moulay Ismail destrói o palácio e leva para a sua residência em Meknès os materiais originais, a prata e o mármore de Itália. Hoje restam as grandes muralhas…impressionante!!


Morada: Place des Ferblantiers
Preço: 10dhs


Bairro Mellah
Construído em 1558, este bairro acolheu as famílias judias que aí se refugiaram vindas de Espanha. Actualmente já não é habitado por judeus mas mantém todo o encanto dos altos muros com muito poucas portas e das labirínticas ruas que se cruzam de forma perpendicular ou paralela. Este velho bairro é dos mais autênticos de Marrakesh e onde melhor se sente a alma da medina e de quem a habita.
Horário:
Aberto todos os dias das 8h45 às 12h45 e das 14h30 às 18h30
Preço: 10dh palácio / 20dh palácio e bar.


Jardins Majorelle

Lindoooo!
É um jardim de cactos e bunganvílias, em redor da vila azul. Na Cidade Nova construída pelos franceses, onde a vegetação exótica é pano de fundo para o vibrante ‘azul Majorelle’ – uma cor em homenagem ao artista que criou o tom de azul e o jardim. Hoje pertencem à Yves St Laurent.
Um táxi da Medina para os Jardins Majorelle custa aproximadamente 30dhs (3€).


Horário: Aberto das 8h às 12h e das 14h às 17h



Se tiver mais que três dias para visitar Marrakesh, aproveite para conhecer:

Jardins da Menara
Os Jardins de Menara podem ser visitados onde encontrará o seu antigo reservatório de água da cidade e vista para as montanhas do Atlas com neve eterna. Aconselham a dar uma voltinha de camelo e tirar uma foto logo na entrada da Menara.

La Palmeraie
É um oásis com cerca de 100 mil palmeiras carregadas de tâmaras que pode ser visitado em cima de um camelo.
Nota: Vá de táxi até lá e chegue a acordo no preço de visita à La Palmeraie feita a camelo.

Tanneries
Tanneries é o local onde se faz a curtição das peles (com os excrementos das pombas) e tingimento das peles ( que é feito à base de corantes de origem natural: índigo para o azul, açafrão para o amarelo, etc.) há centenas de anos. Não tive a oportunidade de visitar mas mantive as notas que tomei na altura da minha pesquisa e que partilho convosco:
> As tanneries tem um cheiro muito intenso e por isso, à entrada dão um ramo de hortelã para encostar ao nariz durante a visita;
> As condições desumanas em que ali algumas pessoas trabalham chocam alguns turistas levando-os mesmo a terminar a visita antes do final esperado;
> A guia que faz a visita vai insistir consigo no pagamento de aproximadamente 100dhs pelo ‘tempo que perdeu consigo’.

De qualquer das formas, nada melhor que ter a sua própria experiência! Visite apenas se tiver tempo disponível.




O grande prazer de Marrakesh é andar sem rumo pelas infindáveis ruas e avenidas, no meio a bicicletas e mulas, passando pelos arcos, perdendo o rumo e imaginando o que vai encontrar mais adiante. Leva tempo para descobrir a verdadeira Marrakesh.



PALAVRAS A NÃO ESQUECER
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O francês, língua oficial durante o período de colonização, é falado pela maioria dos marroquinos, porém, as línguas nacionais são o árabe e o berbere. Não se esqueça que em árabe "kh" se pronuncia "rr". Aqui ficam alguns exemplos:
·         Sebah el-Kheir (bom dia);
·         choukran (obrigado);
·         Assalamu alikum (Que a paz esteja convosco);
·         Inch-Allah (Oxalá, se Deus quiser);
·         la (não);
·         naam (sim);
·         bab (porta);
·         Medina (cidade antiga);
·         souks (mercados ao ar livre).


ONDE COMER
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Tenho que ser muito sincera… comer em Marrakesh é uma aventura! Quando fiz a viagem para Marrakesh, pensava que ía encontrar pratos diferentes, sim, MAS com bastante sabor dados a quantidade de especiarias que eles têm. Enganei-me.
A comida foi terrível! Espero que tenham melhor sorte que eu!...

No entanto, partilho convosco alguma informação sobre ‘ONDE COMER’ (obtive depois de imensa pesquisa sobre os melhores restaurantes para comer baseado em pontuação e comentários):

Se estiver à caça de um bom almoço na Cidade Nova ou se quiser só tomar um café e comer uma excelente torta de limão, vá ao Café Du Livre (44 Rue Tarik Ben Ziad), que também vende livros em inglês.
Ainda na cidade nova, experimente comida marroquina no Al Fassia (55 Boulevard Zerktouni). É um restaurante administrado totalmente por mulheres; ou então o Samovar (133 Rue Mohammed El Bekal), embora muitas mulheres possam sentir-se desconfortáveis num ambiente rude e essencialmente masculino.


Na Medina, para comer barato, pratos simples em ambientes típicos, aconselham (eu não experimentei) as barracas de comida em Jemaa El Fna.
O Café Des Épices (75 Rahba Lakdima) é considerado, por alguns turistas, um lugar maravilhoso nos souks para se comer saladas ou sanduíches.
Tem outras opções como o Piano Bar do Hotel Jardins de la Koutoubia (16 Rue de la Koutoubia); o Le Lounge (24 Rue Yugoslavie) ou o Le Comptoir (Avenue Echouada).
Finalmente, tem o Chegrouni (cozinha marroquina e os preços variam entre os 40dhs e os 110dhs - Place Djemaa Al Fnaa).


SAIR À NOITE
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Marrakesh tem imensos nightclubs e discotecas (cerca de 200), no entanto, aperceber-se-á que as mulheres (e alguns homens) que vai encontrar em muitos destes sítios são prostitutas ou acompanhantes à espera de serem pagas se lhe fizer companhia durante umas horas.
Se este tipo de local não é da sua preferência, experimente o Chez Ali (pode jantar, tem shows de fantasia, acrobatas, cantoras e musica marroquina. Isto acontece no exterior, portanto não esqueça de um casaco se estiver a visitar Marrakesh no inverno).
A praça Jemaa El Fna transforma-se à noite e é bastante concorrida! É a praça mais barulhenta de toda a África, afirmam eles. Eu ADOREI estar aqui à noite!! ADOREI!!
Encontra bateristas, guitarristas, cuspidores de fogo, encantadores de serpentes, contadores de histórias, … um pouco de tudo!!



DO’S E DONT’S
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
10 Do's
1. Compre um sumo de laranja numa das barracas na praça Jemaa El Fna (a número 1 tinha laranjas soculentas!)
2. Compre pelo menos um lenço e/ou um cachecol nos souks.
4. Antes de entrar num taxi, chegue primeiro a acordo sobre o preço da viagem que pretende (pergunte no hotel onde ficar alojado quanto é habitual se pagar entre dois pontos de destino exactos. Assim terá uma ideia quanto é justo para si pagar pela viagem).
5. Visite o Palácio Bahi que mencionei mais acima e veja as gaivotas e os seus ninhos. Fascinante!!
6. Visit Saadian tombs mas recuse fazer a visita guiada.
7. Vá a um restaurante na Praça Jemaa El Fna, mas faça a refeição no terraço superior.
8. Embora eu não tenha apreciado a comida Marroquina em Marrakesh, aconselho a provar alguns pratos tradicionais de lá. Por exemplo, Tajine.
9. Visite os Jardins Majorelle. São lindos! Mas vá de manhã ou ao final da tarde para evitar os grupos turísticos.
10. Se for com alguma disponibilidade de tempo, faça uma excursão!!! (exemplo, uma tour pelo deserto). Pode aceder a Authentic Tours Marrakesh.


10 Don'ts
1. Não beba água a não ser engarrafada!!
2. Nada é gratuito! Nem mesmo a ajuda das pessoas que se cruzam connosco na rua. Alguém que nos ajuda a encontrar, por ex, um monumento, está à espera que paguemos cerca de 20dhs pela informação prestada.
2. Na praça Jemaa El Fna vai encontrar macacos, serpentes, dançarinos, etc. Não tire fotos a menos que esteja predisposto a pagar pelas mesmas.
4. Não saia do aeroporto sem antes trocar Euros por Dirhams !!
5. Um mapa da cidade de Marrakesh é inútil. Pergunte no hotel os pontos principais, anote a morada e memorize a zona. Vai se perder de certeza absoluta. Em caso de duvida, apanhe um táxi que o leva à morada do hotel.
6. Caso termine o dinheiro que tinha trocado no aeroporto, poderá levantar mais nas caixas de multibanco que estão pela cidade.
7. Mantenha o sentido de humor e não entre em pânico nem se deixe intimidar pelas outras pessoas.
8. Sempre que decidir regressar ao hotel à noite, apanhe um táxi! Nem pense em regressar de outra forma a menos que o hotel seja na rua ao lado de onde se encontra.
9. Não aperte a mão a um comerciante a menos que concorde com o preço que ele pede pelo artigo. A ‘palavra’ dita vale mais que um papel escrito e assinado.
10. Se vai em tempo quente e é do sexo feminino, tenha algum cuidado com as roupas que escolhe. Aconselho t-shirts (sem ombro à mostra) e calças (vestidos compridos também é uma opção). Mesmo vestida desta forma, terá imensos olhos postos em si.


INFO / CURIOSIDADES
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Capital: Rabat
Moeda: Dirham. Um dirham vale aproximadamente € 0,10.

Temperaturas em Marrakesh: Dezembro, Janeiro e Fevereiro, pode ver o tempo no sol do dia até 27 graus com noites tão fresco como 8 graus.

Beber álcool e fumar em Marrakesh: A Medina não tem pubs ou bares de vinho. O álcool não está disponível nos cafés ao redor do lugar Jemaa El Fna. Na nova cidade de Guiliez, encontra cafés que servem álcool dentro de casa, incluindo o Grand Café de la Poste, e, se este for o caso, o logótipo de uma marca de cerveja é muitas vezes exibido discretamente fora. Os bares em Guiliz não são recomendados ao sexo feminino dado a cultura presente.

Andar sozinho à noite:A medina de Marrakesh é provavelmente mais segura do que uma cidade europeia.

É a água segura para beber? Beba água engarrafada!! NÃO SE ESQUEÇA DISTO!

É seguro para comer nas barracas de alimentos? As barracas de alimentos, inclusive no Jemaa El Fna, muitas vezes não têm água potável. Desta forma não têm como lavar pratos e a higiene dos alimentos pode estar bem abaixo dos padrões ocidentais.

Convenção sobre o depósito: A gorjeta é uma parte do dia-a-dia em Marrocos, como em muitos outros países em desenvolvimento, onde os salários são relativamente baixos. É de esperar a gorgeta de 2-3 Dirhams num café, e 5 a 10 Dirhams para um almoço ou jantar.

Existem farmácias em Marrakesh, Marrocos? Há um número de farmácias em Marrakesh excelente tanto na Medina e na nova cidade de Guiliez.



Harira Soup
Harira é uma sopa rica com base em um caldo de carne vermelha feita com lentilhas e legumes frescos sazonais.

Silou
É uma iguaria marroquina tradicionalmente feita durante o Ramadão.

Secagem do couro no lugar Kissaria, Baroudiyine | Marrakesh
O distrito Baroudiyine é um dos mais históricos da cidade de Marrakesh. Ele contém o Kouba almorávidas, que é a estrutura mais antiga sobrevivente na Medina, bem como a Mesquita Ben Youssef.

Douiria / Riad
A Douiria ou ‘casinha’ é um espaço independente dentro de um Riad tradicional. A Douiria era tradicionalmente usada como um espaço tranquilo pelo chefe da família.

Regatear no Souks em Marrakesh

Fazer compras em Marrakesh é uma experiência como nenhuma outra! Se comprar em barracas na rua principal de turismo em torno do lugar Jemaa El Fna, pagará certamente 20-30% mais caro. Aprenda algumas palavras em árabe. Se cumprimentar o dono da barraca em árabe ‘Salam Aleikum!’ (Olá), certamente conseguirá um bom desconto.
Nota! Se alguém se oferecer para levá-lo para sua loja ou loja do irmão/primo ‘apenas abaixo da estrada’, esteja consciente que isso pode implicar uma caminhada de 20 minutos e pode nem sequer encontrar o que procura. Aconselho-o a recusar a ida.
Marrakesh tem um departamento de polícia turística e se algum turista está descontente com a forma como é tratado, há consequências graves para os donos destas barracas. Alguns policiais passeiam ao redor dos souks vestidos à paisana para impedir os turistas de ser incomodados. Basta gritar por socorro que provavelmente algum polícia aparecerá de imediato!

‘Caleche’ Charrete em Marrakesh


Uma maneira maravilhosa para desfrutar Marrakesh é fazer um passeio de carruagem. Conhecido localmente pelo nome francês ‘Caleche’.
As carruagens estão disponíveis no lado sul do oposto Jemma El Fna ou dentro do parque Jardim Koutoubia. O mais comum e altamente recomendável é a excursão de ‘Caleche’ pelo exterior das muralhas da cidade velha (dura cerca de 45 min a uma hora) e o preço é variável. Negoceiem!


Quando fiz este passeio, inicialmente pediam-me 400dhs (+/- 40€) e eu recusei o valor e o senhor disse que fazia a viagem por 250dhs (+/- 25€) . E lá fui eu… :)


------------------------------------------------------------------------------------------------------------
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

AS CONTAS FINAIS:

Bilhete avião ida e volta:         ~ 116€/2p
Riad:                                         205€/3noites/2p
Transfers ida-volta:                      40€/2p
Jantar ‘especial’:                    foi feita no Riad e já estava incluído no preço :)
Volta em Caleche:                       25€/2p  (250dhs)
Jardins Majorelle:                        6€/2p    (60dhs/2p)
βilhete Único:                            12€/2p (120dhs/2p)
                Ben Youssef Medersa
                Koubba El Badiyin
                Museu de Marrakesh
Ruínas do Palácio Badii:               2€/2p (20dhs/2p)
Saadian Tombs:                           2€/2p (20dhs/2p)
Outros:                                      50€/2p

TOTAL =        458,00€/2pessoas



Nota 1: “Outros” inclui souvenirs, refeições e gastos gerais como compra de água, sumo, café, algumas especiarias, etc.

Nota 2: Relembro que, quer o voo como a estadia podia ter ficado bem mais barato! Bastava reservar a estadia num site de reserva de hotéis e mediante preços de viagens para Marrakesh (por vezes, está a 9,99€/pessoa na Ryanair, sendo que as taxas do cartão de crédito podem ser evitadas - ver Dicas Gerais).
  






5 comentários:

Viagens marrocos disse...

Viagens em marrocos oferece uma grande variedade de passeios marroquino incluindo passeios culturais, Desert Tours , Mountain Tours, Praia Tours excursaoes no deserto do saara . toure cidades imperiais e ait ben haddou, , deserto saara, dicas de viagem, gorge du dades, gorge du todra, marrakech passeio, marrakesh passeio, marraquexe passeio, marrocos, merzouga, morocco, o que fazer marrakech, o que fazer marrakesh, o que fazer marraquexe, o que fazer marrocos, ouarzazate, passeio deserto, passeio saara, roteiro marrocos, viagem deserto, viagem marrocos muito mais . o passeio de ônibus lotado e vêm ter um diferente aventura em seu lugar. Viagens-em-marrocos.com, um familiar empresa de transporte convida você a explorar e experimentar Marrocos em um de nossos veículos 4×4.para mais informacoes contata-nos www.viagens-em-marrocos.com

Viagens para Forretas disse...

Obrigado 'Viagens Marrocos' :)

Catarina Gerássimos disse...

Em 2016 estou a pensar ir até Marrocos, ando na pesquisa de informação sobre este lindo país, para ter uma viagem acessível só indo para Madrid e apanhar a Rynair uma vez que eles deixaram de fazer esta rota em Portugal o que é uma pena, gostei imenso do que deixou aqui expresso, bons avisos e boa informação, obrigada pela partilha desta bela viagem

Marocco Escursioni disse...

Excursão de 3 Dias de Marrakech para o desertó

con www.MaroccoEscursioni.com

Email: MaroccoEscursioni@gmail.com

Dia 1: Marrakech – Ait Ben Haddou – Ouarzazate – Gargantas de Dades



Na amanha ,Depois do pequeno-almoco, saida de Marrakech pela manha, atravessando as magnificas montanhas do Alto Atlas, rumo a Ait-Ben-Haddou para visita guiada ao antigo Kzar tradicional de Ait-Ben-Haddou, famoso cenario de filmes internacionais. Almoco num restaurante local. Seguir viagem pela estrada dos Mil Kasbah, avistando o palmeiral de Skoura e o Vale das Rosas. Chegada as Gargantas de Dades para jantar e pernoitar num Albergue no coracao das gargantas.



Dia 2: Dadèes Gorges – Todra Gorges – Merzouga



Depois de pequenho amloco , Tour pelas gargantas do Dades. Seguir viagem ao encontro das majestosas Gargantas de Todra para almoco e relaxar ao som da agua lempida da montanha. Iniciar a estrada desartica e ao mesmo tempo ir entrando lentamente no esperito do deserto, Os dromedarios aguardam pacientemente, para transportar os seus convidados ao interior das dunas, no deserto de areia, onde as tendas dos berberes acolhem os seus visitantes. O jantar servido a luz das velas. Alojamento em tendas Nomades devidamente preparadas para turismo.



Dia 3: Merzouga – Ouarzazate – Marrakech



Depois de Pequeno-almoco e saida para atravessar a estrada do Sul. Paisagem agreste e simples, preenchida por rochas. Passagem por Alnif . Seguir ao encontro do Vale do Draa. Magnifica paisagem com o seu palmeiral. Entrada em pista de todo-o-terreno para atravessar a montanha ate Tamnougalt para almoco num Kasbah antigo. Seguir viagem ate Ouarzazate.saida em direciao a Marrakech, seguindo pelas grandiosas montanhas do Alto-Atlas. Almoco e chegada a Marrakech.







Incluem-se nesta tour privado:



Transporte particular em 4 × 4 veículos

Motorista particular -Inglês guia falando

Hotel / Riad alojamento durante a sua viagem

passeio de camelo no deserto de Sahara e 1 noite no deserto camp





Não estão incluídos neste tour privado:



Bilhetes de avião

Almoços e bebidas durante a sua viagem

Os ingressos para os monumentos

Dicas

Viagens para Forretas disse...

Olá Catarina Gerássimos, ficamos super contentes por as nossas dicas a ajudarem na sua aventura. De certa forma sentimo-nos parte dela :)
Infelizmente tem razão, a rota que havia a partir do Porto já não existe :( Espero que consiga uma boa solução por Madrid. Faz parte dos nossos planos regressar a Marrocos o mais rápido possível! Ficamos apaixonados <3

Enviar um comentário